Acontece
Copa vira coisa de cinema
postado em 30 de maio de 2018

MÁQUINA DO ESPORTE

 

A rede de cinemas Kinoplex e a TV Globo fecharam um acordo para que as salas de cinema da empresa transmitam os jogos do Brasil, além das semifinais e a final da Copa do Mundo da Rússia. Todos os jogos serão transmitidos em alta definição.

"Estamos sempre buscando novos conteúdos para nosso público, e os jogos da Copa não poderiam ficar de fora da programação. Assistir ao Brasil jogar numa tela gigante, com toda a tecnologia do cinema, é uma experiência única. A parceria do Kinoplex com a TV Globo e a CineColor permitirá que milhares de pessoas tenham uma opção para assistir às partidas com toda a emoção do cinema", revelou Patricia Cotta, gerente de Marketing do Kinoplex.

A empresa já começou a vender os bilhetes, que são válidos para os jogos do Brasil contra Suíça, Costa Rica e Sérvia, além das semifinais e a final. Por R$ 60, o torcedor poderá comprar ingressos em 19 diferentes salas pelo país. A venda é feita pelo site www.kinoplex.com.br, na bilheteria dos cinemas ou no autoatendimento.

Atualmente, o Kinoplex possui 264 salas distribuídas em 19 cidades do país, com foco em tecnologia e conforto. Por ano, a empresa lança, em média, cerca de 250 filmes, que atraem um número superior a 20 milhões de espectadores.

leia mais ...

Acontece
Aviso aos caloteiros
postado em 30 de maio de 2018

JOSÉ JOAQUIM PINTO DE AZEVEDO = blogdejjpazevedo.com

 

Após uma determinação da FIFA, o Circo do Futebol (CBF) informou aos clubes brasileiros que estarão sujeitos a perda de ponto imediata em campeonatos por conta de calotes em transferências internacionais de jogadores ou por falta de pagamento de salários que envolvam estrangeiros.

Por decisão da federação, assim que um tribunal da FIFA estabelecer a punição,  o Circo já tem que aplicá=la se não houver pagamento.

Isso vale para os casos em andamento, e que irá atingir vários times brasileiros.

Pelos termos da circular, qualquer clube ou pessoa que falhar em pagar o débito ordenado pela FIFA estará sujeito a punição imediata a ser determinada por seu comitê. Entre as penas citadas, no caso de falta de pagamento no prazo "pontos serão deduzidos ou um rebaixamento para uma divisão mais baixa. Um veto a transferências também pode ser anunciado".

Se a diretoria do Circo não cumprir a determinação ficará passível de punição.

Um dos casos mais duradouros no futebol foi o calote do Al Nassar no Flamengo, na contratação de Hernane, que perdurava por quatro anos, e por conta dessa decisão foi quitada no dia de ontem quando os cofres do rubro=negro carioca foram recheados com 5 milhões de Euros.

A ordem está sendo cumprida.

leia mais ...

Acontece
Os deboches da Seleção
postado em 28 de maio de 2018

CLAUDEMIR GOMES

 

No futebol brasileiro há sempre espaço para maiores absurdos. Os fatos nos mostram que não existe limites para a mente humana. Pelo sim, e pelo não. A coisa é tão complexa que nem mesmo Freud explica. Os acontecimentos nos levam a incredulidade, e passamos a questionar qual o limite do desrespeito à sociedade brasileira por conta do futebol?

Os contrastes sociais, as diferenças entre as classes, existem desde que o mundo é mundo. Em qualquer regime político. Mas quando os limites da tolerância são extrapolados reações acontecem. Histórias de grandes revoluções nos mostram isso. O movimento dos caminhoneiros, que colocou o País de ponta cabeça, deixou toda a sociedade brasileira em alerta, quase em pânico, ao constatar a iminência de uma grave crise de abastecimento. Apesar de todo o clima de tensão, a emissora líder de audiência no País, abriu espaço para a coisa mais grotesca que testemunhei, até então, no jornalismo esportivo: o embarque da Seleção Brasileira para a Europa.

Os equívocos começaram pela falta de bom senso dos dirigentes da CBF em manter a rodada do Campeonato Brasileiro, num final de semana, onde a mobilidade do País estava comprometida por falta de combustível nos postos. Mas a política do "pão e circo" tinha que ser mantida. E foi. E aí vem os desmembramentos com deboches contundentes, com jogadores sendo tratados como burgueses e a realeza da nova ordem. E foram mostrados o helicóptero particular do Neymar que foi lhe buscar na Granja Comary, quando na realidade todos deveriam ter deixado a concentração de ônibus, para mostrar unidade; e o luxo de um avião preparado exclusivamente para transportar o grupo. Enquanto a Canarinha se alimentava de caviar, a população comia o pão que o diabo amassou nas filas em busca de combustível.

E houve até batismo com águas verde e amarela na aeronave de luxo. Era uma espécie de benção para o hexa. Na era da imbecilidade também há espaço para a opulência. E tudo foi mostrado por um patético e entusiasmado locutor como se estivesse narrando o maior fato de um domingo, onde, mesmo sem combustível, o Brasil estava em tempo de explodir.

"Voa canarinho, voa..."

leia mais ...

Sport
#VOLTAMILTONBIVAR
postado em 26 de maio de 2018

CLAUDEMIR GOMES

 

Está programado para o dia 11 de junho, no restaurante Varanda, um jantar comemorativo aos dez anos da conquista do título da Copa do Brasil, um dos mais importantes no rico acervo do Sport Club do Recife. O evento servirá como pano de fundo para o anúncio do nome de Milton Bivar como  pré candidato a presidente do clube leonino nas eleições que acontecerão no final do ano. Milton já assegurou aos seus pares que desta feita não irá refugar, está pronto para encarar todos os obstáculos.

O evento está sendo organizado pelos amigos de Milton Bivar, cuja maioria figurou como diretor na exitosa gestão de 2008. A proposta é de realização de uma missa as 19h, no santuário de Nossa Senhora, no hall de entrada da sede, com a participação de ex=jogadores e dirigentes que participaram da conquista da competição nacional. Em seguida haverá o jantar de confraternização que será animado com um show onde participarão os cantores, Geraldinho Lins, Almir Rouche, Petrúcio Amorim e Josildo Sá.

O título da edição 2008 da Copa do Brasil foi um passo substancial, dado pelo Sport, para se efetivar no grupo dos grandes clubes do futebol brasileiro, mas o salto, dado na época em que o clube era presidido por Milton Bivar, não teve sustentação com as administrações subsequentes. Tal fato credencia Milton como o nome capaz de recolocar o futebol do Sport no mesmo nível que alcançou há dez anos.

O lançamento oficial da campanha somente acontecerá em agosto, pós Copa do Mundo. Embora o ex=presidente tenha dito aos amigos que a candidatura é própria, do grupo, não está descartada a possibilidade de composição. O jantar do dia 11 de junho, que será reservado para 300 pessoas, capacidade sugerida pelo restaurante, servirá como termômetro para avaliação da pré candidatura do presidente campeão de 2008.

#voltamiltonbivar.

leia mais ...

Futebol Brasileiro
ENEM para os cartolas
postado em 25 de maio de 2018

JOSÉ JOAQUIM PINTO DE AZEVEDO = blogdejjpazevedo.com

 

Ao assistirmos uma entrevista de Andrés Sanchez, presidente de um clube que tem a segunda maior torcida do País, o Corinthians, ficamos convictos de que o futebol brasileiro tem que realizar um ENEM para a sua cartolagem.

O cartola do nosso futebol é uma figura enigmática, principalmente nos novos tempos. Surge do nada, de repente ocupa as notícias, fazendo pose se sabichão. Se fizesse o ENEM de Gestão Esportiva seria reprovado.

Existem alguns que estão nas diretorias dos clubes, mas não torcem por esses. Viraram a casa por conta das amizades, e fazem cara de sofredores quando os "seus" times são derrotados.

Em outras épocas, o dirigente esportivo tinha uma escola, que era o seu clube. Muitas vezes começava praticando esportes, depois ocupava um cargo menor, ia subindo de escala, e terminava como presidente. Era um circulo de aprendizado.

Hoje tudo mudou, e o paraquedas é o equipamento mais utilizado pelos cartolas neófitos, que pousam nos clubes e em pouco tempo já estão dando ordens e até coletivas, muitas vezes assassinando o português e rasgando o Aurélio.

Por incrível que pareça existem cartolas que chegaram aos clubes pelo GPS desde que não sabiam de suas localizações.

Deveria haver um ENEM, com diversas provas para a computação de suas notas.

Teriam que responder alguns quesitos importantes, a começar pela história do clube, para que possam mostrar se tem o devido conhecimento de sua vida desde a fundação.

Por outro lado, uma matéria importante para a formatação das provas é o da governança corporativa. Dirigente que se preza sabe muito bem que o presidente tem o seu poder, mas não pode ser a figura centralizadora, como acontece na grande maioria dos clubes, e por isso tem que saber que o profissionalismo é fundamental, e a distribuição de tarefas é importante para  o sucesso.

Uma questão fundamental nesse exame de admissão é a necessidade de algum conhecimento de finanças, e nesse segmento a formação necessária para entender um orçamento anual.

Cartola que se preza tem que saber da relação importante entre receitas e despesas, e que o orçamento não poderá ter pedaladas.

No futebol as provas do exame deverão ser direcionadas ao trabalho de formação, como esse deverá ser procedido, e o retorno que trará os investimentos realizados. Cartola que é cartola de canudo na mão, sabe muito bem que o futuro do clube está nesse trabalho.

Se houvesse a obrigação de um ENEM futebolístico, muitos cartolas estariam reprovados, desde que de clube pouco entendem, e de futebol pensam que é um jogo onde a bola é chutada, e que uns apaixonados ficam nas arquibancadas dando gritos para algo que mereceria uma potente vaia.

Deveria haver uma legislação que obrigasse a realização de um exame nacional para os cartolas, nos mesmos moldes da OAB, para que recebessem os seus alvarás de atuação.

Mas como isso não acontece, iremos continuar com o amadorismo explícito, e assistindo torcedores de arquibancada dirigindo clubes, e todos caminhando de mãos dadas para os quintos dos infernos.  

leia mais ...