Artigos
Uma arca perdida
postado em 30 de janeiro de 2014
Blog de blogdejj :BlogdoJJ, UMA ARCA PERDIDA


JOSÉ JOAQUIM PINTO DE AZEVEDO - blogdejj.esporteblog.com.br


As mídias divulgaram na última terça-feira o lançamento da candidatura de Francisco Novelletto, dirigente da Federação Gaúcha, à presidencia da CBF, pela oposição.

Postamos um pequena nota no blog no dia de ontem, pois gostaríamos de nos aprofundar sobre o tema, conversando com algumas fontes.

Na realidade, o nome que estava sendo ventilado era o de Andrés Sanchez, ex-presidente do Corithians, que teve o apoio de alguns clubes participantes do colégio eleitoral, porém, encontrou restrições nas  federações. Por  conta disso, ¨temporariamente¨ abriu mão da candidatura para o cartola gaúcho, que terá trinta dias para viabilizá-la.

Existe um casuísmo no Estatuto do Circo Brasileiro de Futebol, quando um candidato tem a necessidade do apoio de 5 clubes e oito federações para o registro de uma candidatura, fato esse que inviabiliza em muito qualquer candidato oposicionista por conta do sistema do "toma lá dá cá¨, implantado no esporte nacional.

Sanchez reiterou algumas vezes que já tinha o número necessário de apoiadores, e que estava trabalhando para aumentá-los, fato esse que poderá ser verdadeiro, mas consideramos muito difícil de se concretizar, a não ser que outras vias sejam tomadas.

O futebol brasileiro seguiu o modelo implantado por João Havelange na FIFA através de Ricardo Teixeira, tornando-o um grande centro de negócios, legais e ilegais, atraindo aventureiros interessados em ganhar dinheiro. Os escândalos que aconteceram neste período, demonstraram que isso aconteceu.

Certa vez, o economista Luiz Gonzaga Belluzzo, que foi presidente do Palmeiras, disse em uma entrevista que a CBF era uma ¨ARCA PERDIDA CHEIA DE OURO¨, que todo mundo quer achar. Daí o apego dos que lá estão para continuarem nos cargos, e para tal os procedimentos adotados não são institucionais.

A CBF para nós é uma casamata a ser tomada, onde contempla e guarda os interesses mesquinhos, e diversificados. Cada um tira o seu pedaço, e abandonar essa situação é muito difícil para quem está participando do seu banquete.

Uma eleição desse tipo é uma farsa montada, e que dificilmente os opositores podem conseguir algo para a implementação das mudanças.

Os eleitores recebem benesses o ano todo, não somente as federações, assim como alguns clubes que vivem pendurados em empréstimos junto à mentora, possuidora de um grande negócio chamado seleção, que produz recursos para que seus cartolas permaneçam no poder.

Uma eleição que depende de tais votos torna-se dura, mas somos daqueles que acreditamos que a luta deve existir, mesmo com desvantagem no processo e, quem sabe, no caminho algumas cabeças sejam abertas, e que possam visualizar de que estão participando de um processo apodrecido, necessitando de incineração, e que mudar é necessário.

Mesmo com armas desiguais o processo eleitoral deve ser enfrentado, e que no meio dos eleitores surjam pessoas que posssam ajudar a mudar o sistema implantado, que está levando o futebol para o fundo do poço.

leia mais ...

Copa do Nordeste
Paraíba 2x0 CBF
postado em 27 de janeiro de 2014

CLAUDEMIR GOMES

 

É sabido que decisão judicial não se discute, se cumpre. E foi esta certeza que um vereador da cidade de João Pessoa, torcedor do Botafogo/PB, resolveu lutar pelos direitos do seu clube, que havia sido penalizado pelo STJD, que lhe tirou o mando de campo sob alegação de que o estádio da Capital Paraibana não dava segurança aos torcedores por conta de obras que estão sendo realizadas.

De posse de todos os laudos, uma juíza expediu um mandato assegurando ao clube paraibano o direito de jogar no seu estádio, por conseguinte, suspendeu a partida que seria disputada com o Náutico, hoje à noite, na cidade potiguar de Goianinha.

A Decisão Judicial é do conhecimento público desde à tarde do domingo, fato que provocou uma série de discussões sobre o fato, e gerou um impressionante desencontro de informações. De um lado, os paraibanos convictos de que o direito do Botafogo/PB era forte. Do outro, os defensores da CBF que passaram todo o tempo implantando notícias sem fundamento, que serviram apenas para confundir dirigentes e torcedores alvirrubros.

No final da tarde, a verdade: a CBF, ao contrario do que se propagou que durante todo o dia, acatou a Decisão Judicial.

A exemplo do que aconteceu no caso do Treze de Campina Grande, que levou a melhor numa queda-de-braço judicial com a CBF, o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, viajou para João Pessoa, na tentativa de evitar o adiamento da partida, mas não obteve sucesso.

A vitória dos paraibanos põe em risco a Copa do Nordeste, competição planejada sem nenhuma folga no seu calendário.

Bom! Em se tratando de direito o futebol paraibano impõe a segunda derrota à CBF. Se os torcedores da Portuguesa de Desporto tomarem conhecimento do fato, vão querer importar este know hall.

leia mais ...

Denúncia
A grana embolsada por Neymar e o seu pai
postado em 25 de janeiro de 2014

FOLHA DE SÃO PAULO


O atacante Neymar e seu pai, Neymar da Silva, receberam %u20AC 61,2 milhões (R$ 201 milhões, na cotação atual) para escolherem o Barcelona como destino do jogador.

A quantia equivale a mais que o triplo dos %u20AC 17,3 milhões (R$ 56,8 milhões) que o Santos faturou com a saída do craque, acertada em maio.

O time brasileiro ficou com 55% dos %u20AC 17,1 milhões (R$ 56,2 milhões) que recebeu do Barcelona pelos direitos econômicos do atacante e %u20AC 7,9 milhões (R$ 26 milhões) por ceder a preferência na venda de três revelações do clube.

O valor que Neymar e seu pai receberam é também 52% superior à quantia inicialmente divulgada pelo clube catalão, %u20AC 40 milhões.

Os detalhes da transação foram revelados ontem, um dia após o presidente Sandro Rosell renunciar em meio a denúncias de que vinha omitindo o custo real do negócio.

É uma das maiores crises já vividas por um dos clubes mais populares do mundo.

Seu sucessor, Josep María Bartomeu, admitiu que Neymar não custou os %u20AC 57,1 milhões (R$ 187,5 milhões) que o clube divulgava, mas %u20AC 86,2 milhões (R$ 283,1 milhões).

"Nós não mentimos. O valor de transferência é %u20AC 17,1 milhões dados ao Santos e os %u20AC 40 milhões que foram pagos à N&N, empresa dos pais do jogador", afirmou o diretor de futebol Raul Sanllehi.

O resto do dinheiro, que ele não considera "valor de transferência", refere-se a luvas, prioridade sobre talentos do Santos, comissão ao agente do negócio (o pai de jogador) e parcerias filantrópicas e comerciais com o estafe de Neymar.

O novo valor se aproxima dos %u20AC 95 milhões (R$ 312 milhões) que o jornal "El Mundo" havia divulgado como custo da transferência. A denúncia deflagrou a crise.

Os %u20AC 9 milhões (R$ 29,5 milhões) de diferença são, segundo o clube, relativos aos dois amistosos que a equipe acordou com o Santos. O time espanhol terá de indenizar em %u20AC 4,5 milhões (R$ 14,8 milhões) aos brasileiros se cancelar o segundo jogo.

O clube justificou pela primeira vez ter pago %u20AC 40 milhões (R$ 131,3 milhões) à N&N, valor fora do habitual para quem não tinha nenhum percentual sobre o jogador.

VELHO ACORDO

O diretor de futebol revelou que Barcelona e Neymar tinham acordo antigo para que o atacante se transferisse para a Catalunha após a Copa, quando terminaria o seu contrato com o Santos.

"Era a N&N a empresa que decidiria o futuro do Neymar. Avançamos um acordo para que ele viesse ao Barça em 2014, com uma cláusula indenizatória se não se cumprisse", disse Sanllehi.

Ele não revelou, porém, quando o acordo foi fechado. Em 2012, o jornal catalão "Sport" divulgou uma prestação de contas do Barcelona em que %u20AC 40 milhões apareciam reservados para uma operação secreta.

O Santos deve se pronunciar oficialmente sobre o caso na próxima semana.

A assessoria de imprensa de jogador e do seu pai disse que eles ainda não pretendem se manifestar sobre a polêmica. (BERNARDO ITRI, LUISA BELCHIOR E RAFAEL REIS)

leia mais ...

Copa 2014
A Copa das Copas
postado em 23 de janeiro de 2014
Blog de blogdejj :BlogdoJJ, A COPA DAS COPAS


JOSÉ JOAQUIM PINTO DE AZEVEDO - blogdejj.esporteblog.com.br


A presidente Dilma Rousseff, de portões fechados por conta das possíveis vaias, inaugurou o elefante branco do futuro, a Arena das Dunas, e voltou a repetir o seu famoso bordão, ¨Iremos fazer a Copa das Copas¨.

Por outro lado, José Marin afirmou que a nova arena não seria um elefante branco e sim de ouro, por ter movimentado o Mané Garrincha com alguns jogos, mas deixou de dizer que esse há muito está parado, sem eventos esportivos, e já é, mesmo antes da Copa um trombudo albino.

Na última terça-feira a Fifa, através de Jérome Valcke, deu um ultimato a cidade de Curitiba, por conta do atraso da Arena da Baixada. Para nós que acompanhamos o futebol do estado do Paraná, nenhuma novidade, cuja morte anunciada já tinha sido decretada há muito tempo pelos veículos de mídia.

O Atlético cometeu um erro, quando pensou que era uma construtora e não um time de futebol. Quebrou a cara.

Por outro lado, a Copa das Copas terá o aeroporto de Fortaleza, com um terminal de lona, com uma barraca, para atender os turistas, ou no da Bahia fechado com tapumes.

Certamente a Copa das Copas terá o ¨bom atendimento¨ do pior aeroporto do mundo - o de Guarulhos, em São Paulo, onde as malas desaparecem como a luz do dia.

Não adiantou o chute no traseiro dado pelo secretário-geral da Fifa, visto que alguns estádios, além da Arena da Baixada, ainda estão em fase de construção, faltando pouco tempo para o evento, tais como Itaquerão e a Arena de Cuiabá.

A Copa das Copas tem um dos estádios mais caros do mundo, com goteiras, o que mostra muito bem a qualidade de suas obras.

O grotesco é ouvirmos o Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, justificando os atrasos, rezando e com as mãos para o céu, jurando que tudo ficará pronto.

Só se fala nas arenas, mas com relação à infraestrutura, segurança, transporte, acessibilidade, saúde entre outras coisas, ninguém fala. Um mutismo total.

Na realidade o legado da Copa das Copas já foi para o ralo há muito tempo, e correu para os esgotos sanitários.

Teremos um evento com estádios lotados, na maioria com patricinhas e patricinhos, um bando de turistas do futebol, e todos dando adeus para as câmeras, mostrando a satisfação de mais uma Copa do Mundo, que para salvar o Brasil terá que ficar em outras mãos, senão teremos que aguentar os cartolas por mais uma eternidade.

Para a nossa presidente teremos a Copa das Copas, mas preferimos achar que teremos a Copa dos Copos, pois não pertence ao Brasil, e sim às cervejeiras.

leia mais ...

Acontece
Leonardo quer ser presidente da CBF
postado em 23 de janeiro de 2014

Folha de São Paulo


O ex-jogador da seleção brasileira, técnico e dirigente Leonardo, 44, pretende entrar na disputa pela presidência da CBF em uma das próximas eleições da entidade.

A revelação foi feita ontem por Raí, 48, seu sócio na Fundação Gol de Letra, que atua na educação de crianças carentes, durante sabatina da Folha no MIS (Museu da Imagem e do Som), em São Paulo.

O camisa 10 do Brasil na conquista do tetracampeonato mundial, em 1994, foi o primeiro de uma série de convidados que, até junho, vão discutir os impactos do evento a ser realizado no país.

Segundo Raí, Leonardo, que deixou no meio do ano passado o cargo de diretor esportivo do PSG após ser suspenso por 13 meses por empurrar um árbitro, é o nome certo para revolucionar a estrutura do futebol brasileiro.

"Uma pessoa que tem esse desejo [de presidir a CBF], mas não para agora porque ele quer uma carreira de técnico, é capaz e inteligente é o Leonardo. Se a gente quer mudança, precisamos de nomes assim, de coragem. No mínimo, as coisas não ficariam iguais", afirmou Raí.

O ídolo do São Paulo também declarou apoio ao movimento Bom Senso FC, que conta com apoio de mais de mil jogadores e tenta promover mudanças no calendário do futebol brasileiro. E disse torcer para que o país seja palco de novos protestos populares, como os de junho de 2013, durante a Copa.

"Vejo tudo isso como um legado indireto da Copa. Eles estão expondo coisas nossas que não são legais, como a falta de planejamento, a violência, que são constrangedoras, mas isso é bom", disse o ex-jogador.

"O mundo não conhecia esse nosso lado. Falei para L''Équipe [jornal francês] que o brasileiro não vai gritar só gol. Ele vai aproveitar os holofotes para pôr seus fantasmas para fora", completou.

DEVOLUÇÃO DOS PONTOS

O Ministério Público de São Paulo convocará representante da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para tentar convencer a entidade, em audiência na próxima quinta, a devolver os pontos tirados de Portuguesa e Flamengo após o Brasileiro-2013, a partir de punições impostas pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva).

Os jogadores Héverton, da Lusa, e André Santos, do Fla, jogaram irregularmente a última rodada da competição.

De acordo com Roberto Senise Lisboa, promotor de Justiça do Consumidor, as punições do tribunal esportivo são inválidas pois a CBF as publicou em seu site depois da realização dos jogos, o que contraria o Estatuto do Torcedor.

No início do mês, o órgão abriu um inquérito civil para investigar a conduta da CBF e do STJD nos julgamentos, que acabaram por rebaixar a Portuguesa para a Série B --o Fluminense, que havia caído, acabou ficando na Série A.

Até a conclusão desta edição, no entanto, a CBF ainda não havia sido avisada da audiência na capital paulista.

Os dirigentes da Lusa entregaram ontem ao promotor uma cópia de um contrato no qual a CBF se dispunha a conceder um empréstimo de R$ 4 milhões pedido pelo clube caso se conformasse em jogar a Série B. O documento foi revelado no domingo passado pela ESPN Brasil.

leia mais ...